Como começar uma aula de inglês e outras situações que exijam clareza mental e equilíbrio emocional?

Como começar uma aula de inglês e outras situações que exijam clareza mental e equilíbrio emocional?

Em sala de aula, uma das grandes dificuldades do professor é ter certeza de que todos estão focados no ambiente de aprendizado. Isso é ainda mais difícil quando se tratam de alunos adultos.

Alunos adultos, em sua maioria, fazem aulas logo pela manhã ou noturnas, depois de terem trabalhado e passado por horas no trânsito, estresse com o chefe, cobranças, atendimento a clientes difíceis e muitos outros percalços do dia-a-dia.


No segundo caso, quando chegam na sala de aula, estão muito cansados. Esse cansaço, somado a preocupações naturais, faz com que os alunos tenham dificuldades de concentração. Se a aula começar no ritmo errado - assistindo um vídeo, ou escutando um diálogo no CD do livro didático, por exemplo -, logo ela se torna muito improdutiva e os alunos ficam cada vez mais cansados.


Mas como resolver esta questão de maneira efetiva? Continue lendo e descubra!


Boas maneiras para iniciar aulas noturnas


Um dos modos de resolver isso é fazer um breve aquecimento com os alunos, ocupando cinco minutos do começo da aula para prepará-los para a lição que vai vir.

Estudos comprovam que um relaxamento induzido é uma forma eficaz de fazer essa preparação. Esse relaxamento pode ser feito de várias formas: com uma música relaxante, luzes apagadas, um texto lido ou falado que ajude os alunos a limparem a mente e terem consciência de porque estão ali.


Isso alivia um pouco o estresse, mantém a mente alerta e aumenta a concentração. É o que se chama "vigília relaxada": o cérebro entra em ondas alfa, que são as ideais para o aprendizado.



Se o aluno for muito agitado, esse relaxamento ajuda a trabalhar com a paciência, a persistência e a energia mental dele, ajudando em atividades que envolvam raciocínio. Mesmo com alunos que não estejam tão cansados, como aqueles que fazem aulas matinais, esses primeiros minutos podem ser vistos como um ritual de passagem entre o ambiente externo - do trabalho, da casa, da correria - e o interno - do aprendizado.

Para isso, se concentre em sua inspiração e expiração; ou estimule a sua imaginação através de imagens inspiradoras, mentalizando cenas, cores ou formas.


Faça exercícios que demandem foco; e até mesmo alongamentos e exercícios físicos leves. Tudo acompanhado de uma luz agradável e música relaxante.


Essa técnica já provou ser eficaz também antes de reuniões de negócios, sessões e outros momentos que exijam clareza mental e equilíbrio emocional. Ainda assim, são poucas as escolas no Brasil em que aplicam essas técnicas. Esses conhecimentos estão, infelizmente, acima do nível de conhecimento de boa parte dos profissionais de ensino de inglês.


Escolas de idiomas que se preocupam com isso e procuram técnicas comprovadas por mestrados e doutorados, capacitam seus profissionais e estimulam o aprendizado dos alunos proporcionando o melhor ambiente de ensino são, sem dúvida, as melhores alternativas na hora de procurar seu curso de idiomas.


Professores mais bem preparados para lidar com o seu condicionamento mental em sala de aula são aqueles que vão saber a melhor maneira de ensinar as lições e vão ajudá-lo a aprender cada vez mais!


Você conhece alguma outra forma de começar bem uma aula de inglês ou uma reunião de negócios? Conte sua experiência nos comentários!


Abraços e até breve!

Carlos Marques

57 visualizações

Unidades

Sempre em pontos estratégicos da cidade

Central Atendimento ABC

(11)  4436-3731

Central Atendimento Vitória

(27)  3025-4590

 2019   

Qualify English School

Direitos reservados

Nas redes sociais

  • Facebook Social Icon